Araguaína, 24/07/2014 - 12:20 hs       |       ANUNCIE AQUI    |    EXPEDIENTE

Anterior

Homens armados são presos acusados de agredir candidato em Aragominas; polícia investiga possível crime eleitoral

04/10/2012

Anterior

Próxima

Em Xambioá, Patrícia Evelin vira disputa e passa 9 pontos percentuais sobre candidata governista

04/10/2012

Próxima
Destaque
Publicado em 04/10/2012 às 14:29 h

TRF determina afastamento do prefeito de Cachoeirinha acusado de desvios de verbas do Ministério da Saúde





A Polícia Federal (PF), em colaboração da Controladoria Geral da União (CGU), deflagrou a Operação Saneamento na manhã desta quinta (04) visando reprimir e investigar desvio de verbas públicas repassadas pelo Ministério da Saúde ao município de Cachoeirinha, extremo-Norte do Estado.

De acordo com a PF, o atual prefeito de Cachoeirinha, Zélio Herculano de Castro (PR) já havia sacado cerca de R$ R$ 427,00 mil de um total de R$ 1.430.000,00 dos recursos destinados pelo Ministério da Saúde, visando a construção de uma rede de esgoto na cidade, no entanto, a obra sequer começou. Ainda conforme a PF, a firma contratada não possui sede no endereço informado no contrato social, indicando trata-se de endereço fantasma. 

Além do desvio de verbas, a Polícia Federal investiga os crimes de falsidade ideológica e fraude de licitação que podem ter sido praticados pelo gestor.

A polícia cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, além de medida cautelar que consiste no afastamento do atual prefeito. A decisão partiu do Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília.

Zélio Herculano (PR) é prefeito em Cachoeirinha pela terceira vez e atualmente disputa o quarto mandato.  Se reeleito, dos 24 anos de emancipação, 16 serão sob a administração de um mesmo prefeito.






Deixe seu comentário





Link:



  Publicidade  
Colunistas
Debate eleitoral
Trampolim