Araguaína, 25/10/2014 - 08:10 hs       |       ANUNCIE AQUI    |    EXPEDIENTE

Anterior

Gestores municipais discutem reorganização da Rede Hospitalar da Região do Bico do Papagaio, nessa terça-feira

19/11/2012

Anterior

Próxima

Grave acidente próximo ao povoado Novo Horizonte, deixa dois homens feridos

19/11/2012

Próxima
Destaque
Publicado em 19/11/2012 às 13:36 h

Celtins orienta poda correta de árvores próximas à rede elétrica



 Foto: Ascom/Celtins 

 Boa parte dos problemas na rede de energia elétrica durante o período de chuvas e vendavais é causada por galhos e árvores que caem sobre os cabos da rede. Espécies plantadas em locais indevidos, de portes desproporcionais ao espaço da calçada e com podas mal feitas são os grandes responsáveis pelas interrupções no fornecimento de energia. Por isto, a Celtins esclarece que as podas regulares precisam ser feitas por equipes especializadas e antes que os galhos alcancem os fios. “Há uma preocupação maior com o meio ambiente na zona urbana justamente por causa da proximidade das árvores com os cabos. O usuário deve procurar a Celtins para que o serviço seja feito de maneira correta”, lembra Marcelo Camilo, Gerente Regional da Celtins em Araguaína.

            Os profissionais da concessionária participam de treinamentos constantes para aprimorar as técnicas de podas, que são realizadas com equipamentos específicos e respeitando a anatomia das árvores, evitando a remoção da casca ou uma ferida desnecessária.    

A poda ajuda a conduzir e a estimular o crescimento da planta, definir sua forma, garantindo a segurança das pessoas e da rede elétrica. Por isso a Celtins também investe em palestras nas escolas e nas comunidades para despertar a consciência e atenção dos usuários para o momento correto da poda. O corte autorizado deve ser feito na fase de crescimento e formação da copa, para eliminar galhos que atrapalhem a circulação de pessoas e veículos, e no início da brotação, retirando os galhos secos.

            Árvores frutíferas geralmente trazem mais preocupação porque muitas pessoas, especialmente crianças, acabam subindo no pé para apanhar frutos e podem entrar em contato com a rede elétrica. Estas espécies devem ser evitadas, assim como árvores de grande porte. O corte correto de raízes também precisa ser observado já que pode gerar a instabilidade da árvore e sua possível queda. “Conhecer a espécie da árvore é fundamental para orientar a poda correta. As de médio porte, de três a quatro metros de altura, são as mais indicadas”, afirma Miguel Pinter Jr., Coordenador de Meio Ambiente da Celtins. Hibisco, Ipezinho-de-Jardim, Malvavisco, Flor-de-Rainha, Manacá-de-Cheiro, Dedaleiro e Violeteira são alguns tipos que podem ser plantados em frente às casas sem causar danos à rede.

            Constantemente a Celtins busca a cooperação de órgãos de meio ambiente para orientar a população quanto a poda das árvores. Feita a solicitação, a equipe realiza o serviço dentro de 90 dias, por causa da grande demanda em nossa região. Por isso, a observação do crescimento das plantas é fundamental para planejar a poda. Mais informações pelo telefone 0800 721 3330 ou no site www.celtins.com.br.



Deixe seu comentário




Link:



  Publicidade  
Colunistas
Por Luiza Helena
Por José Américo